Econotícias Online

Data: 05.11.2018

O CONHECIMENTO NA CONQUISTA DA PLENA SAÚDE

É fim de tarde, mais um dia de trabalho termina, porém, as portas do auditório da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, no Jardim Belval em Barueri, permanecem abertas.

Cerca de 30 pessoas vão chegando e se acomodando no confortável auditório. Elas buscam um conhecimento ancestral, milenar, e que pode fazer diferença na saúde e na vida de cada uma delas.

Esse conhecimento tem entre 5 e 7 mil anos e vem da Índia. De autoria de sábios rishis, faz parte de um compêndio de orientações científicas e filosóficas que abrange as mais variadas áreas da vida. Vai da arquitetura, ao saneamento básico, da educação à arte e claro, da alimentação à saúde, onde entra a Ayurveda.

ATRAÍNDO OS MAIS DIVERSOS INTERESSES

A garçonete Priscilla Garcia de 39 anos, enfrentou um sério problema de mobilidade. Ficou sem andar depois de usar um determinado medicamento. Há 9 meses persiste em um tratamento na ciência Ayurveda e sente-se muito melhor.

Depois de 1 mês que começou a se tratar, percebeu que sua respiração estava mais leve assim como a absorção de alimentos. Feliz com os resultados, resolveu se matricular no curso Política Nacional das Práticas Integrativas e Complementares com foco na Ayurveda, para aprender como se prevenir de doenças e ter mais saúde.

                                                                               Feliz com a melhora que alcançou, Priscilla Garcia quer ser terapeuta em Ayurveda

Priscilla Garcia está entusiasmada com o curso porque vê ali a chance de conquistar maior autoconhecimento e assim aprender a viver de forma mais saudável. Ela pretende trabalhar na área, e por isso busca a formação como terapeuta em Ayurveda.

Natália Cassiolato de Freitas, 30 anos já trabalha na área de saúde como terapeuta educacional na Diretoria de Saúde Mental de Barueri. Sua chefe indicou o curso como complemento na sua atuação. Mas a terapeuta descobriu que o curso está trazendo muito mais para ela.

Ela comenta que visualiza agora uma nova forma de promoção de saúde: “Com o conhecimento que esse curso está me dando penso no processo de empoderamento da saúde de cada um de nós. Passamos a ser responsáveis por ser saudáveis ou não. Isso faz toda a diferença. É uma tomada de consciência”.

                                                                                            Natália Cassiolato busca aprimoramento profissional

Trabalhando com arte terapia, desintoxicação do corpo e alimentação, Wendy Kennedy de 66 anos, ficou sabendo do curso através de uma amiga nutricionista. Não perdeu tempo e se matriculou na primeira turma. Sofrendo de uma acidez crônica estomacal, busca na Ayurveda, a solução do problema.

                                                                                           Wendy Kennedy quer resolver um problema de acidez estomacal crônico

Já a dona de casa e artesã, Maria das Graças de Oliveira Silva, de 59 anos, frequentadora das aulas de Yoga no Movieco, Movimento Ecológico localizado na Aldeia de Barueri, soube do curso Política Nacional das Práticas Integrativas e Complementares com foco na Ayurveda, lá mesmo na sede da Ong.

Isso porque o curso faz parte do projeto Ecologia do Ser, que já beneficia Maria das Graças com diagnóstico e tratamento na Ayurveda gratuitamente. Esse trabalho conta com o apoio da Secretaria de Saúde do Município de Barueri.

 

                                                                                             Maria das Graças de Oliveira sofria de uma ansiedade crônica

A artesã conta que assim que começou o tratamento foi mudando sua rotina diária e aplicando o que aprendia. A possibilidade de conquistar mais conhecimento com o curso, trouxe para ela um contentamento muito grande.

Por sofrer de um processo de ansiedade muito intenso, sua relação com a alimentação era complicada. Aliando a Yoga com as práticas aprendidas no curso e o tratamento em Ayurveda, não só viu sua ansiedade diminuir como também seu abdome. Agora usa roupas que estavam esquecidas no armário.

 

ATRAÍDO PELO AMOR E NÃO PELA DOR

Goura Haridasa, 56 anos, é o terapeuta e professor em Ayurveda responsável pelo conteúdo do curso. Diferente de nossas alunas citadas acima, foi o amor e não a dor, que o apresentou a ciência Ayurveda nos anos 70, quando ele era ainda muito jovem.

Curioso, buscava um conhecimento que fizesse a vida dele e dos outros valer a pena e foi na ciência Ayurveda que ele encontrou.

         Goura Haridasa que nasceu em São Paulo com o nome Homero de Azevedo

 

O nome Goura Haridasa, o paulistano Homero de Azevedo, ganhou de seu mestre em sua iniciação espiritual. Foram 6 anos imerso nesse universo na Índia, onde construí, fortaleceu a apurou sua formação como naturopata em Ayurveda por excelência.

Passou por uma formação clássica nas instituições de ensino Tilak Ayurveda Mahavidialaya Colegge na Cidade de Pune, Arya vidyasala Kotakkal Sul, Somatheeram Ayurveda Resort na Cidade  de Trivandhrum Sul Ayurveda Center Dr. Shantri e Meses Shastri e ainda Five Elementos Ayurveda Dr. Girish.

Essa peregrinação acadêmica conferiu a ele especializações em Panchakarma, Nutrição, Herbologia na Cosmética natural, tratamentos naturais e Sistema Chikitsa.

Uma riqueza de conhecimentos que traduz a vida de Goura e que agora ele compartilha com os alunos do curso Política Nacional das Práticas Integrativas e Complementares com foco na Ayurveda.

                                                                                                  Goura Haridasa trabalhando como terapeuta em Ayurveda na Índia.

O curso que tem carga horária de 16 horas, possui 4 módulos divididos em 4 aulas com 4 horas cada aula. No primeiro módulo, a idealizadora do projeto Ecologia do Ser, que contempla o curso, Tânia Mara Moraes, presidente e fundadora do Movieco, Movimento Ecológico de Barueri, aborda a aplicação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares e seus aspectos na saúde, na ética e no meio ambiente.

No segundo módulo, são conhecidos os princípios científicos do Ayurveda. No terceiro, os pilares da saúde na visão Ayurveda na nutrição, rotina diária, sono e Yoga. E no quarto e último módulo, os recursos terapêuticos da Ciência Ayurveda na Massoterapia e Chakras.

A AYURVEDA E OS ALIMENTOS PODEROSOS

No terceiro módulo, o capítulo dedicado a nutrição chamou a atenção de modo especial.

Em tempos de excessivas informações com nosso cérebro bombardeado diuturnamente com crises epidêmicas de cansaço mental, estresse e ansiedade geral, foram apontados alimentos que reequilibram o funcionamento cerebral.

Dicas simples, mas preciosas, de alimentos como o abacate, o grão de bico e as nozes, para recompor as funções cerebrais.

                                                                                                 Abacate, grão de bico e nozes para o bom funcionamento cerebral

Nos alimentos estão um dos três pilares da ciência Ayurveda que é a nutrição adequada a cada dosha ou biótipo. E esse é o foco do Projeto Ecologia do Ser de acordo com a mentora e idealizadora do curso, Tânia Mara Moraes: “Divulgar e implementar algumas práticas integrativas como o Ayurveda, na perspectiva da prevenção, promoção e recuperação da saúde e compartilhar através da educação e difusão do conhecimento, técnicas tradicionais naturais, sustentáveis e eficazes.”

Outra questão fundamental como resultado desse processo educativo é segundo Tânia Mara Moraes, popularizar os cuidados com a saúde através da Ayurveda que contempla o ser integrado ao seu meio ambiente.

A popularização da ciência Ayurveda com a prevenção de doenças e a manutenção da saúde iria diminuir lá na ponta os custos com a saúde coletiva do SUS, sistema único de saúde.

AINDA DÁ TEMPO...

Duas turmas com cerca de 50 alunos já receberam a certificação do curso Política Nacional das Práticas Integrativas e Complementares com foco na Ayurveda, abrindo portas para um aprofundamento acadêmico e atuação na área.

Mas se você correr ainda consegue fazer sua matrícula para a terceira e quarta, a última das turmas.

A terceira turma será nos dias 5,6, 7 e 8 de novembro das 18:30h às 22:30h e a última turma será nos dias 1 e 8 de dezembro das 8:00 às 17:00h com intervalo para almoço.

O curso acontece no auditório da Secretaria do Direito das Pessoas com Deficiência na rua Vereador Izaias Pereira Souto, n°175 ‐ Jardim Belval ‐ Barueri ‐ SP e as inscrições podem ser feitas por www.movieco.org.br/projetoecologiadoser ou ou pelo telefone 4382-5046.

 

 

 

 

Priscilla Wilmers Bruce

Listagem de Artigos

Primeira 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 Última


Movimento Ecológico | Rua Dr. Danton Vampret - 128 Aldeia de Barueri | Fone: (11) 4163-4382 | E-mail: movieco@movieco.org.br