Econotícias Online

Data: 03.09.2014

A indústria da moda, uma das mais poluentes

Contamina, estimula o consumo, funciona com a lógica de vender muito a preços baixos para o comprador, mas a um custo elevado para os trabalhadores de países pobres que são os que produzem as roupas. Isso levou iniciativas a tentarem formas mais sustentáveis de fazer moda. Mas a mudança está nas mãos dos consumidores. 
 
A indústria da moda move bilhões. E as liquidações estão aí o tempo todo para estimular o consumo. Afinal, quem não quer ‘estar na moda’? Aqueles que caem na tentação podem não estar cientes de que a indústria da moda não é apenas a mais poluente, é também fortemente criticada pelos direitos trabalhistas e a exploração infantil. 
 
Aqui, algumas razões para refletir antes de correr para o shopping. 
 
Enormes quantidades de água, fertilizantes e pesticidas são usados na produção de algodão, assim como produtos químicos nocivos são espalhados durante o tingimento dos tecidos, causando danos ao meio ambiente e à saúde dos trabalhadores. 
Muitas cadeias de produção estão vendendo itens como cintos, sapatos e bolsas com maiores quantidades de chumbo e outras substâncias acima permitido. 
 
A indústria da moda é projetada para ser curta. O modelo de negócios assume que tudo estraga rapidamente. Isso explica a média dos 30 quilos de roupas consumidas todos os anos por americanos: em sua maioria, feitos de material sintético (petróleo) levando décadas para se degradar.
 
Tudo isso provocou iniciativas que buscam mudar esse paradigma. Em 2012, em Copenhague, a “Cúpula Mundial sobre moda sustentável” discutiu um código de conduta para a indústria têxtil e de moda, desenvolvido em conjunto pela Associação Moda Nordic e o Pacto Global das Nações Unidas. Mais tarde, foi lançado no Rio + 20. 
 
E há anos um setor da indústria vem fazendo eventos sustentáveis, paralelos ou alternativos às semanas de moda clássicas nas principais capitais da moda. Recentemente o Chile teve sua primeira versão e foi batizada como moda lenta, ou fashion ético.
Por Henny Freitas Foto: internet

Listagem de Artigos

Primeira 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 Última


Movimento Ecológico | Rua Dr. Danton Vampret - 128 Aldeia de Barueri | Fone: (11) 4163-4382 | E-mail: movieco@movieco.org.br