Econotícias Online

Data: 16.06.2014

Mensagens em Garrafas: Velha ou Nova forma de Comunicação?

Quando um pescador alemão viu uma velha garrafa de vidro marrom flutuando no Mar Báltico não poderia ter previsto que o resíduo tinha mais de um século de idade. Ainda maior foi a surpresa do pescador ao descobrir que havia uma mensagem na garrafa datada de 1913.
 
O Museu Marítimo Internacional, em Hamburgo, na Alemanha, analisou o cartão postal gasto pelo tempo e descobriu que ele tinha sido escrito pelo filho de um padeiro, chamado Richard Platz. Embora grande parte da tinta tenha desaparecido, o endereço postal ainda estava legível. O museu rastreou a neta do remetente, Angela Erdmann, de 62 anos, em Berlim.
 
Angela foi ‘pega de surpresa’ quando bateram à sua porta para entregar a mensagem do seu avô, que tinha 20 anos quando jogou a garrafa ao mar. “Meu avô incluiu dois selos da época, que também estavam na garrafa, para que a pessoa que encontrasse a mensagem não tivesse que arcar com os custos do envio. Mas ele não imaginava que levaria 101 anos para ser encontrada", disse ao jornal inglês The Guardian.
 
Pesquisadores acreditam que esta seja a mensagem mais antiga já encontrada em uma garrafa.
 
Outra história comovente de uma boa comunicação à moda antiga foi feita por ativistas ambientais durante um ano e meio, na Amazônia. Mas, de velha, a mensagem não tinha nada. Durante todo o percurso (dos Andes ao Atlântico), tripulantes da Expedição Barco Iris atravessaram o rio mais abundante do planeta chamando a atenção do mundo por meio da sustentabilidade. Eles utilizaram as ferramentas da arte para construir um barco feito com material reciclado e promover o conceito “zero lixo” (do consumo ao desperdício).  
 
Centenas de garrafas de plástico encontradas boiando nos rios foram resgatadas e transportadas até centros de reciclagem. Parte desses resíduos foi transformado em marionetes, fantoches, objetos de malabarismo, brinquedos e distribuídos nas comunidades indígenas e ribeirinhas por onde passaram. 
 
Propostas de conservação da natureza e preservação dos recursos naturais também foram coletadas de líderes indígenas de 10 etnias diferentes e suas mensagens, introduzidas em algumas dessas garrafas. As mensagens foram (e continuam sendo!) enviadas de forma simbólica às cúpulas e foros sociais mundiais. Uma dessas mensagens foi escolhida para compor este artigo.

 
“Antes nossas águas eram mais doces, agora várias de nossas comunidades estão sendo afetadas pela contaminação de companhias petroleiras. Eu peço que se conserve uma Amazônia limpa, sem contaminação. E agradeço o apoio de vocês levando essas mensagens a cada comunidade para que compreendam que estamos vivendo em um tempo desequilibrado e que nós mesmos somos os responsáveis por essa destruição. Espero que possamos defender essas águas como se fossem nossas próprias vidas!”, Antoleano Jiménez, etnia Kichwa.
Henny Freitas Fotos: The Guardian, EarthCode Project

Listagem de Artigos

Primeira 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 Última


Movimento Ecológico | Rua Dr. Danton Vampret - 128 Aldeia de Barueri | Fone: (11) 4163-4382 | E-mail: movieco@movieco.org.br