Econotícias Online

Data: 16.06.2014

Consumismo é 'Capturado' em Labirinto de Plástico!

Muitas vezes é difícil visualizar como os nossos hábitos de consumo diário contribuem para um crescente problema mundial: o desperdício. Pensando nisso, um grupo de ativistas ecológicos ofereceu a oportunidade de se repensar o consumismo de uma forma lúdica: perder-se entre as paredes de um ‘labirinto de resíduos de plásticos’.
 
Enquanto os participantes tentavam encontrar a saída, o artista Luzinterruptus aproveitou para deixar seu recado: “Além de focar a atenção sobre o descarte exacerbado de resíduos, minha intenção também se volta aos problemas encontrados principalmente nos países em desenvolvimento, cujos aquíferos foram privatizados para o enriquecimento exclusivo de donos de empresas de engarrafamento de água”.
 
Os artistas viajaram para a Polônia para participar do Festival de Arte de Rua ‘Katowice’ e passaram quatro dias elaborando o labirinto, de três metros de altura, composto por mais de 6.000 garrafas de água. 
 
Parte dos materiais utilizados veio de uma fábrica de engarrafamento local, onde tinham sido descartados por não cumprirem as normas exigidas para serem comercializados. O restante das garrafas foi doado pelos habitantes que consumiram o conteúdo das garrafas durante o processo de construção do labirinto. “Pudemos atestar o fato de que a população local bebe água
engarrafada em quantidades alarmantes”, diz um dos artistas.
 
As garrafas de água foram introduzidas em sacolas de plástico transparentes, iluminadas com LEDs e suspensas a partir de uma estrutura metálica para criar a estrutura do labirinto. Durante o dia, os raios de sol perfuvam as embalagens de plástico transformando o ambiente em um labirinto distorcido de cores e sombras. À noite, os corredores reciclados emitiam um brilho azul neon, impregnando o espaço com uma estranha ‘espécie de magia’. 
 
As peças instaladas cumpriram sua função por duas semanas e, depois de desmontadas, foram totalmente recicladas. "Estamos muito felizes porque agora, na Polônia, é obrigatório reciclar”, conclui Luzinterruptus.
Henny Freitas Fotos: Gustavo Sanabria

Listagem de Artigos

Primeira 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 Última


Movimento Ecológico | Rua Dr. Danton Vampret - 128 Aldeia de Barueri | Fone: (11) 4163-4382 | E-mail: movieco@movieco.org.br