Econotícias Online

Data: 09.06.2014

Árvores no Combate a Poluição!

No esforço para melhorar a qualidade do ar, cientistas planejam usar árvores para eliminar poluição.
 
Antes que Houston e seus subúrbios fossem construídos, uma densa floresta naturalmente purificava o ar costeiro ao longo de um trecho do Golfo do Texas. Era o tipo de floresta intocada. Agora, uma das maiores empresas químicas dos Estados Unidos e um dos seus mais antigos grupos de conservação se unem em uma parceria que procura recriar um pouco dessa floresta para reduzir a poluição.
 
Imagina um dia em que máquinas caras usadas para capturar poluentes industriais possam ser substituídas pela restauração dos bosques nativos que uma vez encheu a terra. A proposta de reflorestamento elaborada pela Dow Chemical e a Nature Conservancy está apenas em fase inicial, mas já enfrenta muitos obstáculos. 
 
"Parece muito promissor na fase inicial da investigação", disse Mark Weick, diretor de programas de sustentabilidade da Dow. "Mas, para que se torne algo relevante no controle de emissões, todo mundo precisa saber que funciona."
 
Muitas plantas e, principalmente, árvores, capturam a poluição naturalmente quando movem suas folhas. Árvores com as maiores folhas e copas mais amplas capturam o maior número de poluentes, especialmente óxido de nitrogênio, um subproduto comum de combustão que pode irritar os pulmões e contribui para a formação de ozônio troposférico. 
 
Os cientistas usaram um modelo complexo do Serviço Florestal dos EUA, que considera dos padrões de vento ao tamanho das folhas da árvore e do dossel geral para estimar as melhorias de qualidade do ar que possam surgir a partir de 1.000 hectares de floresta.
 
A pesquisa constatou que uma floresta de 30 anos com 1.000 hectares removeria de 4 a 7 toneladas de óxido de nitrogênio por ano. Em contrapartida, o ‘purificador mecânico’ removeria cerca de 50 a 70 toneladas por ano. Sendo assim, uma floresta de 10.000 hectares seria igual a um purificador industrial. 
 
Segundo o relatório, o custo de limpar uma tonelada de óxido de nitrogênio por meio de reflorestamento é de 2.400 a 4.000 dólares, em comparação com 2.500 a 5000 dólares americanos usando equipamentos mecânicos.
 
Os organizadores esperam trabalhar com proprietários de terras interessados em reflorestamento com a ajuda de créditos fiscais de conservação.
Henny Freitas Foto: Associated Press

Listagem de Artigos

Primeira 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 Última


Movimento Ecológico | Rua Dr. Danton Vampret - 128 Aldeia de Barueri | Fone: (11) 4163-4382 | E-mail: movieco@movieco.org.br