Econotícias Online

Data: 22.10.2013

Eco-Movimento, "Vivo Morro Grande" apresenta projeto à Prefeitura de Cotia-SP

Na semana passada, o grupo “Movimento Vivo Morro Grande” esteve na secretaria de Habitação e Urbanismo para apresentar o projeto de revitalização da antiga vila da Sabesp, no Morro Grande, e deixar a prefeitura ciente de que o trabalho já vem sendo desenvolvido pelo grupo e por moradores da região.
 
O Movimento, que promove ações de cultura e paz atua nas áreas de arte, educação, cultura e ecologia visando à sustentabilidade, tem como intenção, criar um centro cultural e ambiental no local para que a população possa conhecer e ter acesso ao projeto da “Casa do Artesão e dos espaços para cursos ambientais e de capacitação profissional”, como prometido, e somente prometido, pela parceria estabelecida em 2012 entre a Prefeitura de Cotia e Sabesp.
 
A área que foi designada pela parceria estabelecida no ano passado para virar um núcleo de referência dentro do plano do Polo de Ecoturismo, até então vinha sendo ocupada por usuários de drogas e sem teto, além de outras questões sociais que vinham trazendo riscos para a comunidade iludida pela prefeitura.
 
Com a proposta de ocupar o local, instituindo um núcleo multidisciplinar de revitalização do patrimônio histórico e ecológico e gerando uma sensibilização da importância nacional e mundial da Reserva do Morro Grande, o grupo já iniciou um mutirão de limpeza de duas casas da praça, tirando entulho, carpindo os arredores e fazendo alguns reparos, além de revitalizarem algumas áreas com a doação de mudas cedidas pela Sabesp.
 
Para que a realização legitima e potente do projeto aconteça, o “Movimento Vivo Morro Grande” busca o apoio da Prefeitura e da Sabesp para que possam juntos organizar espaços de aprendizagem, lazer, cultura, bem estar, entretenimento e turismo, com o intuito de levar prosperidade sustentável para a região.
 
Dentre os pedidos feitos pelo grupo para que possam dar continuidade ao projeto, estão: Religação de água e luz nas casas em que estão sendo revitalizadas, Infraestrutura para que possam armazenar materiais de trabalho em segurança, além de um documento oficial emitido pela SABESP e pela Prefeitura legitimando a ação do grupo.
Você Sabia?
 
A Reserva Florestal do Morro Grande (RFMG), que pertence à Sabesp, constitui-se num riquíssimo remanescente de Mata Atlântica brasileira ainda preservado, com fauna e flora diversificados e ainda pouco estudados, além de abrigar as cabeceiras do Rio Cotia, as represas Pedro Beicht e Cachoeira da Graça, bem como a Estação de Tratamento de Água Alto Cotia.
 
Antigamente, muitas fazendas ocupavam terras no local, até o ano de 1913, quando foi criada a Fazenda do Estado, que isolou todas as nascentes da Bacia do Rio Cotia, a fim de preservá-las. Nesta mesma época, ocorreu a construção da Barragem Cachoeira da Graça. Já a RFMG, a maior de toda a reserva da biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo, foi criada pela Lei Paulista 1949, em 1979.
 
Hoje, é um importante corredor florestal, ligando a Serra do Mar com o interior paulista, o que gera uma preocupação constante com relação a sua conservação e de todo seu entorno. Entretanto, o local vem sofrendo, ao longo dos anos, um processo de degradação, resultado da caça, pesca, incêndios, extração irregular de espécies da flora local, entre outros.
 
Por Pedro Lobo Vianna http://permaculturabr.ning.com/profiles/blog/show/id

Listagem de Artigos

Primeira 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 Última


Movimento Ecológico | Rua Dr. Danton Vampret - 128 Aldeia de Barueri | Fone: (11) 4163-4382 | E-mail: movieco@movieco.org.br